sábado, 26 de julho de 2008


Cara Christine,


Você não me conhece e é até estranho escrever-lhe sem nunca tê-la visto. Mas já ouvi falar tanto sobre você que sinto como se já fôssemos íntimas. Pelo que Peter sempre fala, sei que é uma moça tímida, compreensiva e gentil e tenho muita vontade de conhecê-la pessoalmente. Sei, então, que compreenderá o pretexto para eu lhe estar escrevendo.

Certamente vocês receberam uma carta de Peter, na qual ele dizia que voltaria logo à cidade. Ele deve lhes ter informado que, como sua noiva, eu obviamente irei com ele. Afinal, será um prazer enorme conhecer a família de meu futuro marido. Acontece que ele passou mal na estação e eu achei melhor levá-lo ao hospital, adiando a nossa partida alguns dias por conta do incidente. Mas não se preocupem. Não sabemos ainda o que foi, mas um médico já o examinou e disse que ele logo ficará melhor. Não deve ser nada de mais; Peter tem trabalhado tanto esses dias, pobrezinho, para concluir tudo por aqui que deve ter ficado cansado demais. Não há de ser nada.

Ele agora já passa melhor; está repousando no quarto do hospital e eu achei por bem avisar-lhes do nosso atraso. Assim que ele melhorar, farei com que partamos sem demora. Certamente chegaremos a tempo do tal festival, que Peter faz tanta questão de ver.


Atenciosamente,


Giovanna


5 comentários:

disse...

é o Replay do desmaio do Peter, visto pela câmera invertida. Enquanto esclarece alguns detalhes, deixa a dubiedade em outros.

Bruno Malveira disse...

Certamente já temos indícios de intrigas. As duas últimas cartas dão sugestões da natureza não tão amigável das mulheres...

Ou tudo isso é só impressão minha?

Marina disse...

"Natureza não tão amigável das mulheres"... Hhauahuahuaua!!
Women rules!

Kamiilla disse...

Atendendo a pedidos:

Me parece um tanto formal demais esta carta e por isso, um pouco fria. Pode ser por conta de Giovanna não conhecer a cunhada, mas o que me parece, é que ela pode estar achando um mal (des)necessário ter que ir até à cidade de Peter...Outros comentários farei à parte...

Jerri Dias disse...

Volto depois pra ler mais, mas esté tudo muito bem escrito. Parabéns!